Aplicação: Criações Confinadas

Mais saúde para os animais, mais conforto e proteção para os tratadores, melhor rendimento para o criador

img-criacao-confinadaO mau cheiro nos galpões é um dos problemas mais torturantes para os criadores de animais em confinamento, e o primeiro cuja solução, gradativamente, vai sendo notada, com o uso de Enzilimp, para imenso alívio dos trabalhadores e rendimento da criação.

O uso de microrganismos é o que de mais avançado e ecologicamente correto que a biotecnologia mundial pode oferecer no tratamento desses ambientes. O princípio ativo de Enzilimp é uma seleção concentrada de microrganismos benéficos que, inoculados nos dejetos, geram um processo de exclusão competitiva, eliminando bactérias indesejáveis, produtoras de grandes quantidades de gás sulfídrico e amônia, provenientes da decomposição do esterco e restos de alimentos.

Acelerando o ciclo do nitrogênio, Enzilimp promove a rápida transformação desses elementos em compostos inócuos, reduzindo em cerca de 80% a presença de coliformes fecais e amoníaco, com redução importante do mau cheiro, pela restauração da sanidade ambiental.

Isto se reflete logo no bem estar dos animais, diminuindo as doenças respiratórias, a diarréia e o estresse, melhorando a conversão alimentar.

Não sendo tóxico nem corrosivo, Enzilimp não exige cuidados especiais, sendo de aplicação muito fácil e econômica, permitindo ainda a utilização dos restos tratados como excelente fertilizante orgânico.

USO EM CAMAS DE AVIARIO DE FRANGO DE CORTE

A amônia é um gás incolor e irritante às mucosas, sendo formado a partir da decomposição microbiana do ácido úrico eliminado pelas aves (OLIVEIRA et al., 2003). As aves podem desenvolver uma variedade de desordens quando expostas a níveis de amônia iguais ou superiores a 20 ppm por extensos períodos (BEKER et al., 2004), demonstrando assim a importância do ambiente de criação para o bem-estar das aves. Os efeitos negativos da amônia incluem redução da taxa de crescimento, diminuição da conversão alimentar (MOORE et al., 1996), aumento do número de bactérias nos pulmões, diminuição da resistência às doenças respiratórias (BLAKE, 2000), além do aumento da taxa de condenação das aves no abate (PINTO et al., 1993; BLAKE, 2000).

Roll et al. (2008) relatam que várias substâncias têm sido adicionadas na cama de aviário, no intuito de melhorar sua qualidade microbiológica. Tais substâncias podem alterar também as propriedades bromatológicas da cama de frango, possibilitando oportunidades de estudos nesta área.

Pelos motivos acima citados torna-se relevante estudar e desenvolver produtos que reduzam a contaminação ambiental, assim como a formação de amônia com o objetivo de diminuir as condenações de abate, melhorar o desempenho das aves e as propriedades bromatológicas da cama de frango, assim como reduzir a contaminação do produto final por Salmonella spp., contribuindo dessa forma para a preservação da saúde do consumidor.

Brito e Tagliari (2007) constataram que a adição de biorremediador a base de Bacillus subtilis em frangos de corte reduziu a ocorrência de celulite em frangos.

Segundo Reece et al. (1979) citado por Fiorentin (2005), a amônia somente se volatiliza em pH 7,0 ou superior, e a manutenção de leve acidez na cama é benéfica à criação, demonstrando que os valores de pH obtidos na presente pesquisa são propícios à volatilização da amônia.

Com relação à matéria seca, cinzas e nitrogênio da cama também não houve diferenças significativas entre os tratamentos, no entanto, cabe salientar que mesmo adicionando a calda contendo os micro-organismos benéficos aos 10 dias de idade não houve influências da adição de água sobre a matéria seca da cama. 

Benefícios Para Aves 

Para as aves:

Benefícios par Suínos  

Para os Suínos:

Benefícios No Estábulo e Ordenha de Gado Leiteiro e Baias de Ovinos e Caprinos

Romae